Emagreça agora

Minha filha e minha sobrinha

Bom, para começar agradeço os recados de incentivo, as sugestões e as críticas. Mas respondendo a todos ao mesmo tempo, informo que meus títulos dizem do que se trata. Como nesse site temos pessoas de todos os gostos, continuarei escrevendo na mesma linha. Quem não apreciar que por favor não leia. Inclusive aquelasor não leia. Inclusive aquelas pessoas que não contribuem com nada e só ficam estragando o site com textos de pessoas sem educação e sem ter o que fazer. Que não vou me dar ao trabalho de citar nomes e nem me igualar ao nível cultural dessas pessoas.

 

Nessa minha quinta história com minha filha, vai ter a participação de minha sobrinha, um pouco mais nova que minha filha mais velha. Ela eventualmente, vem passar umas férias aqui em casa. Com isso perco um pouco a atenção das meninas, pois elas tem alguém diferente para conversar. Com isso o desejo de fazer sexo com a minha gatinha foi aumentando e o tempo passando, sem que uma oportunidade surgi-se.

 

Minha sobrinha, por ser mais nova que minha filha, não tem um corpo bem definido. É uma jovem adolescente, saindo da infância. Nunca tinha olhado para ela com segundas intenções, embora acreditava que no futuro seria uma gata e talvez ai eu investiria em algo. Até que aconteceu de comer a gatinha sem eu menos esperar!

 

Estávamos somente eu e as meninas em casa, estava louco para meter o pau em um xoxotinha pequena! Mas a coisa não dava no jeito, até que no desespero pensei em uma saída meio louca. Coloquei as meninas para dormir na minha cama, com intenção de ataca minha filha mais velha assim que elas dormissem.

 

Apesar do receio da reação de minha sobrinha caso ela notasse algo. Mas o tesão era demais e arrisquei. Mandei elas tomarem banho uma por vez para não ficarem brincando no chuveiro e disse que era para irem deitar na minha cama. Pisquei o olho para minha filha e cochichei no ouvido dela para colocar um pijama sem calcinha, pois queria dar uns carinhos nela, ela entendeu o recado e se arrumou, se perfumou, lavou os cabelos, quando saiu do banho estava cheirosa.

 

Enquanto elas se arrumavam para irem deitar eu fui tomar o meu banho! Estava muito excitado, aproveitei e bati uma punheta para relaxar e poder aproveitar bastante depois, sempre pensando na minha filha!

 

Tomei meu banho, me vesti e fui para o quarto me deitar com as meninas, elas ainda estavam acordadas, fiquei olhando tv. Esperei as meninas dormirem, assim eu estava no meio das minhas filhas e minha sobrinha ao lado da minha filha mais velha.

 

Assim que percebi que já estavam dormindo, desliguei a tv e me deitei, virei para o lado da minha filha mais velha, que estava de lado abraçada na prima e me encaixei nela. Abracei ela e enfiei a mão ente ela e a prima e peguei nos seus seios! A outra mão passei por cima do seu quadril em direção a perna, até chegar na sua coxa. Avancei mais um pouco até alcançar a barra do seu pijama, assim puxei ele para cima um pouco enfiando a mão por baixo em direção a sua vulva.

 

Ela estava dormindo, então estava um pouco difícil a tarefa, mas mesmo assim comecei alisar seus seios e puxei ela de encontro ao meu corpo. Levantei mais seu pijama, acima da cintura e confirmei que ela estava sem calcinha, aquela bunda maravilhosa, redondinha estava nua. Encaixei meu pau na sua bunda, já duro que nem uma rocha.

 

Enfiei a mão no meio das suas pernas e levantei uma perna dela, encaixei uma perna no meio para manter a perna dela erguida e enfiei meu pau no meio das pernas dela. Comecei a esfregar seus lábios vaginais e colocar um dedo no meio enquanto acaricia seus seios e beijava sua nuca, com meu pau no meio das pernas dela, soltei a perna para fechar e pressionar meu pau, e fiquei sarando ela assim, com uma mão na sua xota, outra nos seios e com o pau enfiado no meio das pernas dela encaixado nas suas coxas iniciando um vai e vem.

 

Assim fiquei um tempo, até sentir que ela estava ficando molhada e começou a se mexer, acho que estava acordando, começou a ficar mais fácil o trabalho, os movimentos eram leves, pois não podia acordar minha filha mais nova e nem minha sobrinha.

 

A uma certa altura ela já estava molhadinha e acordada, só suspirava baixinho e movimentava o quadril para frente e para traz conforme meus movimentos, levantei a perna dela e posicionei meu pau na entrada da vagina dela para tentar penetrar, já que estava completamente encharcada da excitação. Mas a posição não facilitava muito. Precisava me afastar a parte de cima para poder encaixar melhor na entrada da sua gruta!

 

Fiquei fazendo movimento de vai e vem na portinha, mas não entrava, o angulo não permitia, escorregava, tentei segurar com uma mão, mas não adiantava, então cochichei no ouvido dela para virar de bruços, ela virou, fiquei olhando aquela bunda redonda para cima, que tesão, fui para cima dela, pedi para afastar as pernas e coloquei meu pau no meio das coxas dela bem em cima da sua racha. Depois pedi para fecha-las que ela fez.

 

Agora sim, não tinha como escapar, estava por cima dela e ela de bruços, com todo o cuidado para não acordar as outras meninas comecei o movimento de vai e vem na entrada da sua boceta. Ela arqueava o quadril para apertar mais meu pau contra sua vulva. Senti que ele encaixou na portinha da sua xana e comecei a empurrar devagar, ele foi entrando a pontinha, sua xota é apertadinha, sentia a pressão dela em volta do meu pau.

 

Continuei os movimentos e meu pau foi entrando na sua racha, lentamente, a cada movimento fui enterrando um pouco mais, ela se torceu um pouco, pois sou bem dotado e aquela xoxotinha era semi-virgem! Pois depois que tirei seu selinho ainda não tinha comido ela de novo.

 

Então fui enfiando, lenta e calmamente, com movimentos suaves, fui abrindo suas entranhas, explorando cada cm a cada movimento para frente (baixo). Ela estava suando e arrebitava sua bunda para cima quando fazia o movimento de tirar, assim fui colocando mais um pouco, já tinha entrado a metade e minha sobrinha se mexeu, paramos, ficamos estáticos.

 

Após alguns segundos comecei novamente os movimentos e fui entrando naquela bocetinha apertada da minha filha. Estava muito molhada de excitação o que facilitava um pouco, como era apertada não facilitava tanto assim. Com os movimentos fui entrando o resto dos meus 20 cm de pau naquela gruta gostosa. Até que bati com meus ovos nela, já tinha entrado tudo, ela suspirava e eu sussurrava em seu ouvido, gostosa do papai, vou te comer todinha, e continuei os movimentos, agora acelerando mais e mais, era se contorceu toda depois de uns minutos e parou, tinha gozado.

 

Esperei um pouco e continuei os movimentos, estava quase gozando, quando olho vejo minha sobrinha me olhando com um sorriso nos lábios, ela estava virada de lado para nosso lado, eu não tinha visto ela se virar. Pisquei o olho para ela e coloquei um dedo na boca fazendo sinal de silencio e ela retribuiu.

 

Então eu continuei a enfiar na minha filha cada vez mais rápido, agora sem muito com o que me preocupar, já que minha filha mais nova tinha o sono pesado e minha sobrinha já estava acordada olhando eu comer minha filha.

 

Então eu continuei e enfiar nela e coloquei minha mão na barriga da minha sobrinha, que estava de camisetão tipo pijama, procurei a parte e baixo e fui subindo por baixo do pijama em direção a sua barriga, ela virou de barriga para cima e levantou o pijama até em cima.

 

Agarrei seus pequenos seios com a mão e fiquei brincando com eles, não resisti e me contorci todo e cai de boca neles, enquanto enfiava na minha filha, minha mão desceu em direção a calcinha da minha sobrinha, enfiei a mão por baixo da calcinha procurando sua racha, ela tinha poucos pelos ralos na testa da sua racha, a parte mais abaixo ainda não tinha pêlos!

 

Sua bocetinha era pequena, uma pequena racha fechadinha pelos grandes lábios, coloquei um dedo em cima da abertura da sua racha e fiquei acariciando para os lados na esperança de abrir seus lábios e acariciar seu grelinho, ela começou a gemer e abriu as pernas um pouco, assim facilitou meu dedo indicador entrar no meios dos seus lábios vaginais.

 

Com o corpo torcido por cima da minha filha enfiando sem parar em sua racha apertada eu mamava nos peitos da minha sobrinha e enfiava um dedo na sua racha, procurando seu clitóris e a entrada da sua vagina! Esfregava na abertura dela e encontrei seu pequeno clitóris, comecei a fazer massagem circular com o dedo enquanto outro dedo procurava mais abaixo...

 

... quando encontrei a sua abertura da vagina, desci o dedo indicador até lá e tentei enfiar, estava fechadinha, fiz movimentos circulares para afastar os pequenos lábios enquanto mamava em seus peitos e socava na minha filha, até que meu dedo abriu seus pequenos lábios e deslizou para dentro da sua xota, dai o suco de sua excitação lambuzou todo meu dedo e facilitou os movimentos.

 

Comecei a forçar a entrada de meu dedo na sua xota, foi deslizando aos poucos para dentro, estava apertadinha, desconfiei que não tinha sido visitado ali ainda, o que confirmei depois que meu dedo entrou mais um pouco e esbarrou em algo resistente, era o cabacinho da minha sobrinha, nessa hora entramos os três em orgasmo,falei para elas que ia gozar e minha filha gozou primeiro, se contraindo toda e apertando mais meu pau na sua boceta gostosa, minha sobrinha se contorceu com os movimentos de meu dedo na sua racha e eu no mesmo instante inundei o canal vaginal da minha filha com meu gozo.

 

Estávamos os três suados, pingando, eu relaxei e deitei no meio das duas, uma em cada braço com cara de felicidade. Perguntei para minha filha se ela tinha gostado ela respondeu que sim. Fiz a mesma pergunta para minha sobrinha e ela acenou que sim também, perguntei se ela queria conhecer mais sobre isso e ela falou que tinha medo. Dai minha filha disse para ela que só doía um pouquinho no começo, mas que depois ficava muito bom

Conto enviado por e-mail

 

Envia tb seu conto erótico - Este endereço de e-mail está sendo protegido de spam, você precisa de Javascript habilitado para vê-lo


 

 
< Anterior   Próximo >

Aumento peniano - www.superpenis.org
Faça seu cadastro, é gratis!!
21:19 - DP na Morena Exuberante (Deliciosa)
21:19 - DP na Morena Exuberante (Deliciosa)

25:32 - Ela gosta de dar a Bundinha (Teen)
25:32 - Ela gosta de dar a Bundinha (Teen)

23:02 - Kid Bengala em: Empurrando até as bolas no cuzinho
23:02 - Kid Bengala em: Empurrando até as bolas no cuzinho

27:21 - Joana a Gostosinha em: Meu Primeiro Anal
27:21 - Joana a Gostosinha em: Meu Primeiro Anal

27:27 - Venezuelana Sentando no Caralho Grosso (Gozou Dentro)
27:27 - Venezuelana Sentando no Caralho Grosso (Gozou Dentro)

19:36 - As Patricinhas 3 - Trepando na Varanda (Nacional)
19:36 - As Patricinhas 3 - Trepando na Varanda (Nacional)

24:41 - Negrão super dotado socando até as bolas na Coroa Safada
24:41 - Negrão super dotado socando até as bolas na Coroa Safada

25:02 - Penetrando a Rola Grossa na Bucetinha Apertada (Anal)
25:02 - Penetrando a Rola Grossa na Bucetinha Apertada (Anal)

Vídeos

Vídeos Sexo Anal Especial Vídeos Amadores Lésbicas Safadas Vídeos Hétero Vídeos de Orgia / Suruba Vídeos Hentai Vídeos Oral / Boquete Vídeos Hilários Vídeos Anal / Caseiros Masturbação Feminina Vídeos Gays Vídeos Para Baixar

Gratis Para Baixar Cabritinhas - Sexo explicito O Rei do Pornô - King Porn Sexo Ninfetas Vídeo Pornograficos A Teoria do Sexo que você nunca viu
Portal da Buceta - Todos os direitos reservados - 2006 » Vídeos Pornograficos Gratis | Meninas Peludas | Peludas e Gostosas | Sexo Free | Super Dotados | Ninfetas | Mocinhas Virgens

Vídeos Anal  -  Vídeos com Ninfetas  -  Vídeos Gays  -  O Rei da Buceta - Cabritinhas (Sexo Explicito) - Ninfetas Virgens